CORVOS TRACK 14 LYRICS

Num acto inocente
quem jura já nao mente
actitude de uma fera
que sem senso desespera
e sofrendo,nao faz sentido,nao entendo
sufocando,como um barco afundando

pelo dia ás escuras
e a noite sem ternuras
o teu corpo desejado
mas por boca mal-tratado

desrespeito,preconceito,destruido
sempre a**umindo

um gosto tao amargo
das memorias que nao guardo
lembranças dos momentos
dispersas pelos ventos

o domínio da tortura do vazio
na vingança,que destroi toda a esperança
sao palavras de criança
influencias da infância
e nao há maturidade
na ausência da humildade

desrespeito,preconceito,destruido
sempre a**umindo (x2)